Metas para 2018. Ainda dá!

Faltam 92 dias para o 01/01/2019, 13 semanas e 1 dia ou exatamente três meses… Parece que não dá tempo de fazer mais nada, que quando olhamos para o ano de 2018, para as metas que não atingimos e pensamos que não vai dar tempo de mais nada.

Mas você se engana, ainda dá tempo de muita coisa pra já iniciar o ano que vem super bem.

O que podemos fazer para nesse período?

1-Iniciar uma dieta;

2- Aproveitar a primavera e começar a caminhar

3- Fazer um curso rápido novo (nem que seja on line)

4- Fazer um cronograma capilar

5- Visitar um amigo distante

6- Visitar um parente que não vê sempre

7- Doar Sangue

8- Se comprometer em organizar as finanças

9- Planejar os presentes de Natal e na medida do possível, comprar.

10- Ler 3 livros (um por mês)

Ainda há muitas coisas que podem ser feitas. Acredito que não devemos nos ater aos planos que fizemos em Janeiro, mas é importante revê-los.

Vez por outra, eu aplico o método de administração PDCA que resumidamente:

“O Ciclo PDCA, também conhecido como Ciclo de Shewhart ou Ciclo de Deming, é uma ferramenta de gestão muito utilizada pelas empresas do mundo todo. Este sistema foi concebido por Walter A. Shewhart e amplamente divulgado por Willian E. Deming e, assim como a filosofia Kaizen,  tem como foco principal a melhoria contínua.”

ciclo-pdca-300x269.jpg

Onde P = Plan (Planejamento), D = Do (execução), C = Check (Verificar) e A = Act (Ação).

Isso se aplica em todos os aspectos. Hoje estou no C (check), ou seja, verificando quais os planos foram implementados e quais ainda não foram e novamente refazendo planejamento daqueles que ainda não saíram do “projeto”.

Vem que ainda dá tempo! Você consegue!

Um beijo e até a próxima!

Anúncios

Ainda dá tempo! 

Oi pessoal, tudo bem? Hoje minhas reflexões serão sobre o nosso tempo. Sim, nossas 24 horas.

É bem verdade que muitas vezes tantas horas ainda são poucas diante de tanta coisa pra fazer. Certa vez eu ouvi que temos 8 horas de trabalho, 8 horas de sono e 8 horas de lazer… Na hora eu pensei: Ok, 8 horas de trabalho está certo, 8 horas de sono… mais ou menos (na época eu não era casada e muito menos mãe), mas onde estão minhas 8 horas de lazer? Desde que eu ouvi isso, já se passaram 15 anos e até hoje não cheguei a uma conclusão sobre meu lazer (e hoje, menos ainda sobre minhas horas de sono).

O caso é que não temos tempo pra mais nada, parece que trabalhamos o tempo todo, estamos cansados o tempo todo… Não dormimos bem (sendo pais ou não), comemos besteiras a maior parte do tempo (às vezes não comemos por fome,  mas buscando algo que nos dê prazer rápido).

Comecei a ver o que anda roubando o meu tempo (e de outras pessoas), minha saúde e meu dinheiro. 

Bem, eu não fumo, então não gasto dinheiro com cigarro, mas todos os dias eu comia doces e bolo. Não preciso dizer que além de engordar, joguei dinheiro fora. Dormir, bem… vamos pular essa parte. Hoje eu trabalho fora e de fato são 8 horas de trabalho. 

O caso é que das 8 horas de lazer, pelo menos 3 são gastas no deslocamento casa/trabalho/casa. O que me sobram 5. Dessas 5, 1 hora e meia fica entre acordar,  fazer café e sair… me sobraram 3 h e meia… Dessas eu tenho que ver as coisas da casa,  comida, filhos… claro que não dá tempo!  Então tiro das minhas horas de sono um pouco de tempo pra suprir o resto. 

E nessas poucas horas que sobram, nem sei quantas são gastas na Internet. 

As redes sociais e o whatsapp têm roubado muito o meu e o seu tempo. Percebo que quando estou em uma festa, em uma reunião com os amigos ou qualquer outro local de confraternização, as pessoas mal conversam, passam a maior parte do tempo nos seus retângulos iluminados, postando fotos e curtindo status.

Numa certa reunião, notei que sequer os pais davam atenção à seu filho de 2 anos porque estavam o tempo todo olhando o Facebook e postando fotos, enquanto o melhor estava acontecendo ali mesmo, no mundo real…

Eu tenho que me policiar todos os dias, porque do contrário, meu patrão estaria me pagando pra conversar com meus amigos no zap, e isso não tá certo! 

Meu desafio pra você hoje é: Largue seu telefone e interaja com as pessoas que estão perto de você. Converse, observe, veja a cor do sol no momento do ocaso, faça novos amigos, ria das peripécias de seus filhos.

Vou continuar falando sobre o tempo perdido com outras coisas no próximo post. Acho que esse assunto é muito importante, mas por hoje é só…

Apenas façam isso por hoje: Deixem seus telefones de lado e apenas observem.

Beijos e até a próxima,

Bye, bye!