Caixa das lembranças.

Oi pessoal, tudo bem?

Mais um post cheio de sentimentos… rsrsrs. Sim, comecei o mês abrindo a caixa das lembranças. Já disse que dezembro é um mês muito especial pra mim, por vários motivos, é o mês do meu casamento, o mês na ressurreição do Pedro, mês que comemoramos o nascimento de Jesus, mês em que eu tive minha epifania… Então… Mas falando em abrir a caixa das lembranças, eu esses dias fui à escola onde eu conclui meu ensino médio. Uau! Quanta lembrança gostosa aquele lugar me trouxe, quanta saudade! Claro que eu ainda tenho contato com muita gente daquela época, mas o que mais despertou minhas memórias foram as projeções que eu fiz naquela época e onde eu estou hoje…

O importante de abrir a caixa das memórias é pra que elas nos tragam esperança. Foi muito bom estar naquele lugar… Vcs sabem que como sou um pouco melancólica, tem vezes que eu fico “olhando pra trás”. Claro que não de uma maneira a me causar dano, porque todos os dias eu estou aprendendo a caminhar pra frente, muito embora as vezes o que passou me “atormente”, procuro deixar o passado lá, já que não posso fazer mais nada por ele.

Outra coisa boa é que eu não trocaria nenhum dia do meu presente por qualquer dia do meu passado. Nada do que já aconteceu é melhor do que hoje. Não que minha vida seja perfeita, ainda tenho muita coisa pra melhorar e mudar, mas só de olhar pra trás e ver que eu cresci e avancei é maravilhoso. Claro que o grande responsável por isso é Deus, que não me deixou prostrada quando as avalanches vieram me “soterrar”.

Mas voltando ao assunto da escola, eu não segui o plano profissional que eu tinha traçado. Muito pelo contrário. Planejei mas não executei. Fui andando de acordo com as oportunidades. Pra vcs terem idéia, eu sonhava em fazer faculdade de farmácia e ser oficial da aeronáutica. Hoje eu sou advogada (tudo a ver… rsrs). Mas eu amo o que eu faço. Acho que amaria fazer farmácia também, mas isso já ficou no passado, é tempo de andar pra frente. Durante algum tempo eu ainda nutria esse sonho, mas Deus foi me mostrando que outras coisas Ele tinha pra mim, e que eu deveria entregar esse meu sonho pra Ele pra que coisas diferentes acontecessem… é verdade que não é fácil abrir mão de um sonho que se nutriu a vida toda, mas é necessário.

Quando percebi que minha vida era outra, que minhas escolhas haviam sido outras, não havia razão para manter o mesmo sonho, o mesmo pensamento. Isso não significa que eu não deva sonhar, e eu tenho vários sonhos, mas são diferentes agora.

A caixa da memória é importante ser aberta, mas depois tem que ser fechada para que possamos acumular mais histórias e e colocar nela. É importante também que nossa caixa da memória seja decorada com papel de presente e que coisas boas fiquem lá, porque se forem coisas que vão nos fazer mal, que esteja na caixa da reciclagem, já que no lixo não dá pra colocar… Depois falo mais da caixa da reciclagem.

Por enquanto é só. Só a abri a caixa pra planejar o futuro (sempre faço isso). E vc? o que faz pra planejar o futuro? Olha pro passado como eu ou planeja de acordo com o presente?

Um beijo e até a próxima!

http___signatures.mylivesignature.com_54492_342_146A39A6875AE59B616D9E3B51677F9F

Anúncios

Um comentário em “Caixa das lembranças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s