100 dias melhores pra sempre – dia 15 “O que é certo, é certo.”

Oi pessoal, tudo bem?

Ufa, 15 dias melhores pra sempre! Tá certo, nem todos os dias foram os melhores, eu confesso, em especial esses últimos dias… Pois é, fiquei tão aborrecida que eu dispensei uma tarde no shopping, dá pra acreditar? Mas é verdade!

Mas sabe, as vezes é bom dar um tempo pra cabeça, ficar um pouco enclausurada, pensando um pouco.

Nada melhor que um dia depois do outro com uma longa noite no meio.

Foi um dia meio sei lá entende? Ainda não vão ter fotos porque meu telefone ainda está em outro lugar e as fotos estão nele. Bem, foi mais um dia comum. Fiquei bem pensativa durante o dia, dispensei o café e a tarde no shopping, mas foi por uma boa causa, eu precisava ficar mais fria com meus pensamentos e com as demandas da vida.

Nem sempre é fácil se submeter à vontade dos outros. Faz parte do crescimento humano o “abrir mão”. Sei que vão dizer: Blá, blá, blá você tem que ter vontade própria… Isso é muito fácil na teoria, mas dentro de um casamento, onde todos estão e vão pra mesma casa e onde você deu sua palavra perante centenas de testemunhas que seria até o fim da vida, as coisas não funcionam dessa forma não.

É melhor abrir mão da minha vontade, do que eu acho, do que eu quero em determinadas coisas e manter a minha palavra de estar junto até o fim do que impor o que eu quero e ser eu mesma a razão da minha quebra de aliança. Eu tenho uma palavra só e tenho aprendido que, mesmo com dano próprio, se eu prometi, tenho que cumprir.

Bem, mas falando dos dias melhores pra sempre, é claro que tudo tem seu lado bom. Ainda que seja pequeno, mas tem. O lado bom pra mim é administrar sentimentos no meio da crise. Como assim? Quero dizer, tratar pessoas bem quando eu estou mal, ser carinhosa e atenciosa com meus pequenos quando na verdade não quero conversa, ter que colocar as necessidades dos outros que vivem comigo antes das minhas, mesmo querendo fazer ao contrário. Isso faz parte de ter apenas uma palavra, de fazer o que é certo, independente dos outros.

Ouvi um termo essa semana que faz todo sentido: O que é certo, é certo! Curto e profundo.

Aprendizado de hoje: Constância.

Peso de hoje: Nem tive coragem de subir na balança!

E por fim, acho que vou começar a dar título aos meus 100 dias, acho que vai facilitar na hora de eu buscar referência pra trazer à minha memoria coisas para me dar esperança. O que vocês acham?

Por hora é isso. Amanhã tem mais! Beijos e até a próxima!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s