Que saudade!

Oi pessoal, tudo bem? Por aqui vai tudo bem. Nossa, tem tanto tempo que não escrevo que estava com saudades, sentindo falta até. Como já disse no meu primeiro post, o blog pra mim é como se fosse um divã. Acho que é porque fico muito tempo sozinha. Melhor dizendo, sozinha não, sempre tem alguém aqui em casa, mas pra falar das minhas coisas… raramente tem alguém. Ainda mais porque quando estou conversando com alguém eu sou mais de emprestar meus ouvidos do que abrir minha boca. Não que seja ruim isso, mas me acostumei assim, e nem sei o motivo pra ser sincera. Acho muito bacana quando a pessoa fala, desabafa, questiona… eu, por outro lado, sou mais daquelas que interage, dá opinião, conta “causo”, mas falar de mim mesma, de sentimentos, desabafo… é meio raro. Nem posso dizer que é medo de me expor, porque se fosse isso não publicaria essas coisas em um blog, que literalmente, o mundo todo pode ler… eu sei lá o que é (risos).

Bem, mas vamos ao que interessa, deixa essas divagações pra lá (não vou chegar a uma conclusão mesmo). Depois do dia das mães eu não escrevi mais nada, mas não foi por falta de assunto, foi falta de tempo. Tive várias ideias sobre vários assuntos, inclusive comecei hoje um novo desafio: 100 dias melhores pra sempre. O que é isso? Bem, durante 100 dias, a começar de hoje, vou fazer uma espécie de diário, com o que eu comi, o que eu fiz, coisas que eu pensei (e eu penso MUUUUUITO durante o dia) e a intenção é me mostrar (principalmente) que todos os dias são maravilhosos. Que mesmo nos dias que as coisas desandarem, sempre vai ter um ensinamento, uma coisa boa pra se tirar.

Vou ser sincera, não sei se vou ter coragem que colocar minhas “derrotas”, porque isso me dá a sensação de que sou perdedora… Eu sei que não sou. Sou vencedora e nasci para brilhar. Eu e você nascemos pra isso. Seria isso vaidade ou orgulho? Xi, você acabou de descobrir um defeito meu (que vergonha! – risos). Mas eu não sou perfeita, quero ser, mas não sou. Acho que idealizei demais a vida adulta, e como ela não é exatamente do jeito que pensei, fico confusa.

Bem, ainda bem que não é, porque uma das coisas que eu pensei sobre o que seria minha vida adulta é: Ou eu seria solteira e solitária (porque eu achava que ninguém iria querer casar comigo) ou que eu seria mãe solteira, com um filho de cada pai (porque mais uma vez eu achava que se eu fosse mãe, seria solteira, porque achava que ninguém casaria comigo). E por que eu achava isso? Bom, primeiro eu me achava feia e depois ser mãe solteira era uma coisa comum na minha família, ou melhor, nas pessoas que eu me espelhava quando criança/adolescente. Mas a realidade é bem melhor, pois eu me acho bonita e sou casada e meus filhos tem um pai só (risos). Não estou criticando ninguém porque é mãe solteira ou ainda é solteira, ou divorciada e tem que cuidar dos filhos sozinha porque o pai não presta… Estou falando SOBRE MIM e mais nada. Não quero causar polêmica ou ofender ninguém. Não se esqueçam que minha mãe mesmo foi mãe solteira, teve filhos de homens que ela amou, mas que infelizmente não foram homens que ela teve como marido, como parceiros. Então eu conheço o outro lado da história. Minha avó também, aos 29 anos ficou viúva com 4 filhos pequenos, teve que ser solteira, sozinha durante anos para educar minha mãe e meus tios. Sendo assim, estou falando de mim, do que eu imaginava e do que é hoje. E graças à Deus a minha realidade é melhor do que foi meu prognóstico.

Ok, vou colocar minhas derrotas, afinal, não sou “encantada”, sou humana e cheia de defeitos. Mas creio que esse desafio, de 100 dias melhores pra sempre vai me ensinar a ser menos murmuradora e espero que ajude a outras pessoas também, porque no final, ninguém é melhor que ninguém, mas as escolhas, essas sim, podemos fazer as melhores e eu acho que são as escolhas que fazem toda a diferença.

Então, vamos lá? Prontos para o desafio #100diasmelhoresprasempre? Final do dia, tem post e fotos no instagram.

Até a próxima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s